Entrevistas

O fundador da LiveCom Alliance falou à Event Point International sobre esta nova "era desafiante".

Os eventos sempre fizeram parte da vida de Bernardo Capucho, diretor da BPositivo.

Em confinamento em pleno Alentejo, Luísa Ahrens Teixeira, diretora da Mundiconvenius, falou por telefone com a Event Point.

Sónia Brochado, da Btrust, não deixa margem para dúvidas quanto à importância dos eventos na sua vida: “A área de eventos vive comigo há muitos anos”, diz, admitindo assim que, mais do que uma atividade, esta é uma forma de vida.

Quatro perguntas a Isabel Tavares, diretora de Marketing para a Hotelaria da Sonae Capital.

Para Sílvia Carvalho, da Imppacto Catering e Eventos, a entrada no mundo dos eventos acabou por ser o percurso natural na sequência da área de formação que escolheu.

Pedro e Paulo Pereira são irmãos e partilham o gosto pela música. E é justamente aí que começa o seu percurso e a história da empresa: a 432.

A entrada de Pedro Magalhães no setor dos eventos aconteceu ainda na adolescência e quase por acaso: “Tudo começou numa brincadeira, com festas em casa que rapidamente saíram de casa para as escolas secundárias.

A ligação de Paulo Rodam, da AVK Audiovisuais, aos eventos recua até aos tempos em que o seu pai, Cândido Rodam, trabalhava na Fundação Calouste Gulbenkian, também na área audiovisual.

Para Paulo Magalhães, da PMP Eventos, a chegada aos eventos aconteceu devido à sua paixão pela dança.