Notícias

Barómetro das Viagens de Negócio revela que empresas vão viajar mais em 2017

O estudo, conduzido pela Travelstore American Express em Portugal, indica que empresas portuguesas pretendem investir mais em viagens de negócios.

O Barómetro das Viagens de Negócio, estudo conduzido pela Travelstore American Express em Portugal, revela que as empresas portuguesas vão viajar mais em 2017. O estudo, apresentado durante o Salão das Viagens de Negócio, que decorreu em Lisboa, indica que 60% das empresas portuguesas pretendem investir mais este ano em viagens de negócios, o que representa um aumento de 8% relativamente às estimativas das empresas no ano passado (52%).

De acordo com o estudo, está previsto para este um aumento das viagens de negócios na Europa e em África, sendo este último continente o que regista o aumento mais significativo: de 33% em 2016 para 52% em 2017. No entanto, os destinos europeus continuam a ser os mais pretendidos (59% este ano/54% no ano passado). Nos restantes continentes estima-se um decréscimo nas intenções de investimentos das empresas: a América do Sul passa de 24% em 2016 para 18% este ano, a América do Norte de 19% para 14%, a Ásia mantém os 21% e a Oceânia passa de 2% para 0%.

O estudo, que recolheu dados junto de 276 empresas sediadas em Portugal, tinha como objectivos analisar as políticas de viagens empresariais em Portugal, conhecer as tendências no mundo de viagens de negócios e estudar o impacto das novas ferramentas tecnológicas. De registar ainda um aumento no grau de confiança na economia portuguesa relativamente ao ano passado.

Sobre as políticas de viagens das empresas inquiridas, 56% faz as reservas de viagens por email, 38% faz online/self booking tool, 35% através de um sistema específico de requisição de viagens, 20% faz por telefone e 6% por uma aplicação mobile. Os pagamentos das viagens são feitos na grande maioria (61%) por crédito directo e a tendência de política de viagens mais utilizada (63%) é a reserva antecipada de viagens.

Tags: Estudos, Viagens de Negócio

06-03-2017