Radar

Meo Marés Vivas adiado para 2022

A 14ª edição do Meo Marés Vivas, que se ia realizar de 16 a 18 de julho, foi adiada para o próximo ano. Tendo em conta as incertezas que ainda existem relativamente à situação pandémica, o festival de música foi remarcado para entre os dias 15 e 17 de julho de 2022.

A organização lembra, em comunicado divulgado na página do festival no Facebook, que o festival celebra a música, a arte e a vida e que pretende continuar a fazê-lo de forma segura. “É por isso que, com muita tristeza, comunicamos que em 2021 ainda não será o ano para momentos de festa e união entre pessoas, como é sinónimo de um festival de verão. Devido às incertezas que ainda nos rodeiam, sem garantias de que em julho estejam já reunidas todas as condições para que possamos trabalhar, com normalidade, na sua preparação e celebração, não nos resta outra alternativa senão o adiamento do Meo Marés Vivas”, lê-se.

Uma “difícil decisão” da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, da Meo e da PEV Entertainment, “em prol da segurança e do bem-estar do nosso público e de todos”. Não havendo edição este ano, o festival avança para 2022, de 15 a 17 de julho. De referir que os bilhetes de 2020 e de 2021 mantêm-se válidos para a edição do próximo ano.

 

©Meo Marés Vivas 2019

 

Tags: Eventos, Festivais, Música, Meo Marés Vivas, Covid-19

26-05-2021