Notícias

Já está disponível o Manual de Boas Práticas do Turismo do Algarve

A Região de Turismo do Algarve preparou uma série de recomendações para agentes turísticos.

Já está disponível o Manual de Boas Práticas – Algarve Clean & Safe, que a Região de Turismo do Algarve (RTA) preparou para diversos agentes turísticos. O documento apresenta um conjunto de recomendações, elaboradas segundo as normas da Direção Geral da Saúde e diretrizes internacionais, como procedimentos de limpeza e higienização, formação de colaboradores e informação a disponibilizar a turistas e visitantes.

O documento, que visa reforçar a segurança do destino e a confiança de turistas profissionais do setor e residentes, está estruturado com dicas específicas por ramo de atividade, como eventos, alojamento, restauração e similares, marinas e portos de recreio, empresas de animação turística, agências de viagens, parques temáticos, golfe, entre outros.

“O Algarve está pronto para reiniciar a sua atividade turística. Tem sido determinante o empenho conjunto das autoridades nacionais e dos agentes públicos e privados do setor turístico da região para que tal aconteça. Este manual é um exemplo de todos os esforços que temos vindo a levar a cabo. Esperamos que se torne uma referência para todos os que, diariamente, fazem com que sejamos o maior destino turístico do país e que terão agora desafios acrescidos”, refere João Fernandes, presidente da RTA, em comunicado.

E acrescenta: “Acolhemos com agrado as medidas apresentadas pelo Executivo para a reabertura das praias [a 6 de junho], um dos nossos ex-líbris, e queremos fazê-lo com toda a segurança e apelando ao sentido de responsabilidade e compreensão demonstrada por todos os cidadãos nestes tempos. Será altura de o Algarve voltar a oferecer os momentos de tranquilidade pelos quais, mais do que nunca, todos anseiam.”

 

eventpoint eventos events turismo tourism destino destination manual

 

Relativamente aos eventos de massas, que podem contribuir para aumentar a propagação da infeção, as orientações da RTA passam por adiar ou cancelar todos os eventos que impliquem (ou possam implicar) a concentração de mais de 100 pessoas; que não garantam condições para assegurar o distanciamento social recomendado; ou que impliquem (ou possam implicar) a participação de pessoas que estiveram presentes, nos 14 dias anteriores, em áreas nacionais ou internacionais onde existe transmissão comunitária ativa e sustentada do vírus. Passam ainda por interditar o acesso a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de infeção respiratória aguda e por restringir a participação de profissionais de saúde em eventos como congressos, conferências, colóquios ou outras reuniões científicas.

O documento apresenta ainda para este segmento a recomendação da Direção Geral da Saúde para que todas as pessoas tenham em conta as “medidas de distanciamento social, de higiene das mãos e de etiqueta respiratória, em todas as circunstâncias, incluindo nas situações em que se verifiquem aglomerados de pessoas de qualquer dimensão, assim como a adoção de medidas ainda mais restritas para proteção dos grupos mais vulneráveis (crianças, idosos, grávidas e pessoas com doença crónica)”, lê-se no manual, que lembra que “o risco que se pretende controlar estabelece-se em função das caraterísticas dos eventos, pelo que uma avaliação de risco pode ser excecionalmente elaborada, a pedido do promotor/organizador do evento”. As orientações vão sendo reavaliadas em função da evolução epidemiológica.

O Manual de Boas Práticas – Algarve Clean & Safe foi elaborado com o contributo de diversas entidades, como o Turismo de Portugal, ARAC – Associação dos Industriais de Aluguer de Automóveis sem Condutor, CNIG – Conselho Nacional da Indústria do Golfe, APPR – Associação Portuguesa de Portos de Recreio, Marina de Vilamoura, SA – Vilamoura World, Algarve Anima, AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, Federação Portuguesa de Surf, Associação Nacional de Surfistas, Associação de Escolas de Surf da Costa Vicentina e Associação de Parques de Campismo do Alentejo e Algarve.

O documento pode ser consultado aqui.

 

©Turismo do Algarve

Tags: Turismo, Destinos, Eventos, Boas Práticas, Algarve

18-05-2020

Últimas Notícias