Notícias

Desconfinamento: casamentos condicionados

Casamentos e batizados podem estar sujeitos a uma "avaliação de risco", diz o Governo ao Expresso.

Em esclarecimentos ao jornal Expresso, o Governo reforçou o facto de que casamentos e batizados vão ter 25% da lotação nos espaços onde vão decorrer os vários momentos da celebração, alertando que devem ser consideradas as regras gerais já existentes. Além disso, há a “possibilidade de estes eventos serem precedidos de uma avaliação de risco, pelas autoridades de saúde locais, para determinação da viabilidade e das condições da sua realização”.

O plano prevê que a realização de eventos exteriores com diminuição de lotação e de casamentos e batizados com restrição de 25% da lotação dos espaços aconteça a partir de 19 de abril. Se nada houver em contrário, o Governo prevê um aumento da lotação para 50% dos espaços de casamentos e batizados, a partir de 3 de maio. Esta é também a data apontada para voltarem a ser permitidos os grandes eventos exteriores e eventos interiores com diminuição de lotação.

Sobre as regras a aplicar aos grandes eventos exteriores, o Governo referiu que, “uma vez que os grandes eventos exteriores só ocorrerão depois de 3 de maio, é prematuro elaborar sobre as regras que lhes serão aplicadas”. Por outro lado, assegurou que o futebol, o Moto GP e a Fórmula 1 “não terão público”.

O Expresso questionou ainda sobre as regras aplicáveis nos cinemas, teatros, auditórios e salas de espetáculos, aquando da sua reabertura, prevista para 19 de abril. “Aplicar-se-ão exatamente as mesmas regras, designadamente quanto a lotação e horários, que existiam no momento em que esses estabelecimentos tiveram de encerrar”, esclareceu o Executivo.

Relembra o jornal Expresso que a situação epidemiológica vai ser avaliada quinzenalmente em Conselho de Ministros e que as decisões vão ser ajustadas em função da evolução da pandemia.

 

©BragaNoivos

 

Tags: Eventos, Casamentos, Venues, Covid-19

22-03-2021

Últimas Notícias