Notícias

Oficial: final da Champions é no Dragão e vai ter público nas bancadas

Uma informação que acaba de ser confirmada oficialmente pela EUFA.

A final deste ano da Champions, entre Manchester City e Chelsea, vai ser jogada no estádio do Dragão a 29 de maio. Nas bancadas vão poder estar 12 mil adeptos das duas equipas britânicas.
 
A final, que estava prevista para Istambul, foi mudada para Portugal porque a Turquia está na “lista vermelha” do Reino Unido, por causa da Covid-19, o que impediria os adeptos britânicos de viajarem para assistir ao jogo.
 
Este é o segundo ano consecutivo em que a final da Liga dos Campeões se muda da Turquia para Portugal, e das duas vezes por causa da atual pandemia. Em 2020 a última fase desta competição disputou-se em Lisboa, com a final a ser jogada no estádio da Luz.

O presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, declarou: “Mais uma vez nos voltámos para os nossos amigos em Portugal para que ajudassem a UEFA e a Champions e estou, como sempre, muito agradecido à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e ao Governo português por terem aceitado acolher o jogo num espaço de tempo tão curto”. E acrescentou: “Trabalharam [FPF e Governo] incansavelmente para encontrar soluções para os muitos desafios que acolher um jogo desta magnitude apresenta. Sempre que havia um obstáculo, foram criativos nas soluções apresentadas e o sucesso de acolher a final deste ano deve-se inteiramente ao seu árduo trabalho e persistência”.

Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, diz estar grato pela decisão: “Queria agradecer, em nome dos portuenses, naturalmente à Federação Portuguesa de Futebol, à UEFA e ao Governo português, que se empenharam nesta realização que é muito importante para a retoma da atividade na cidade”.

A lotação do estádio para esta final vai ser confirmada oportunamente, em cooperação com as autoridades portuguesas e a FPF. No entanto, já se sabe que os adeptos das duas equipas vão poder comprar bilhetes através dos respetivos clubes, como habitualmente, com seis mil bilhetes a serem disponibilizados a cada um deles, City e Chelsea.

Esta quinta-feira, no final do Conselho de Ministros, Mariana Vieira da Silva, ministra de Estado e da Presidência, explicou que haverá lugares marcados, definidos pela DGS, e que todos os bilhetes serão nominais, com a indicação do lugar que está associado a cada um deles. Os adeptos vão chegar ao aeroporto em voos charter, todos testados, deslocam-se depois para o estádio, de onde regressam ao aeroporto, nunca abandonando esta bolha. O que significam também que vão permanecer em Portugal menos de 24 horas.

Tags: Champions, Liga dos Campeões, Eventos, Porto, Dragão, Portugal, Covid

13-05-2021

Últimas Notícias