Notícias

Edigma pretende apresentar seis novas soluções em três anos

Empresa de base tecnológica quer consolidar o seu posicionamento no mercado.

A Edigma investiu três milhões de euros em investigação, desenvolvimento, marketing e transformação digital. Apostando nas áreas experiencial, gestão de atendimento e sinalética digital, a empresa de base tecnológica pretende apresentar seis novas soluções nos próximos três anos, duplicar a faturação para 16 milhões de euros e consolidar o seu posicionamento no mercado.

A ideia é apresentar seis novas soluções que se “vão juntar à mesa interativa com reconhecimento de objetos, vídeo Wall interativa, espelhos e quiosques interativos”, avança a Edigma, em comunicado. Estes são objetivos para os próximos três anos. A empresa lembra que, desde o início da pandemia, o mercado apresentou novas necessidades e que houve uma necessária adaptação.

“Em 2020 acabámos por lançar novos produtos tecnológicos que possibilitaram a interação das pessoas, mesmo com a imposição das medidas de distanciamento, moldando equipas e adaptando funções, respondendo às novas exigências do mercado”, explica Miguel Oliveira, CEO da Edigma, referindo-se ao Edigma Sanus (que permite a divulgação de mensagens de sensibilização e comunicação através de um ecrã digital e que inclui um dispensador de álcool gel) e ao Edigma Ara (um equipamento com ecrã e sensores integrados capazes de medir a temperatura dos utilizadores e detetar se estão a usar máscara).

A Edigma conta com uma unidade de negócio exclusivamente dedicada à gestão de atendimento e contagem de pessoas nos espaços. Com a plataforma Moviik, a empresa conquistou, no último ano, clientes em vários países, como Canadá, Espanha, Países Baixos e Reino Unido. “Esta plataforma consegue gerir as filas de forma virtual ao mesmo tempo que contabiliza o número de pessoas no espaço, por exemplo. No caso da gestão de filas, isso é conseguido sem necessidade de dispositivos físicos para além do telemóvel pessoal de cada utilizador, com uma oferta integrada de gestão de atendimento e sinalética digital.”

A Edigma quer continuar a crescer de forma sustentada e para isso realizou um investimento em investigação, desenvolvimento, marketing e transformação digital. “Com flexibilidade e adaptação constante, fizemos um maior investimento nas pessoas e nas ferramentas que estavam ao seu dispor para que esta transição acontecesse da forma mais suave possível, pelo que foi feito um investimento em ferramentas de digitalização do negócio, que já estavam previstas, mas acabaram por ser antecipadas por conta da pandemia”, acrescenta Miguel Oliveira.

Tags: Tecnologia, Digital, Empresas, Edigma

17-05-2021

Últimas Notícias